Club de Cianorte

Mostrando todas as publicações do Clube

Rotarianos querem desenvolver o "Programa Hepatite Zero"

Humberto Silva, presidente da ABPH, fala sobre a doença, do programa e da parceria com o Rotary International no Brasil   Num trabalho em conjunto com a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite (ABPH), os rotarianos de todo o território nacional terão a oportunidade de realizar um trabalho efetivo junto a comunidade, com o objetivo de alertar sobre a doença e promover a prevenção. Parceria neste sentido foi anunciada pelo Diretor do Rotary International, o empresário Jose Ubiracy Silva, associado do Rotary Club do Recife, no Distrito 4500 do Rotary International, que pretende colocar os mais de 2 mil clubes rotários brasileiros neste trabalho em beneficio da humanidade. “A hepatite é uma doença silenciosa que precisa ser identificada o mais rápido possível e evitada quando conseguido”, falou em tom de preocupação ao promover o lançamento da campanha nacional. “Com a presença da ABPH nosso trabalho será simplificado”, acredita o dirigente rotário brasileiro ao firmar a parceria.A Associação Brasileira de Portadores de Hepatite é uma organização não governamental com objetivo de ser uma fonte de ajuda e informação para portadores de hepatite. “Nosso principal foco é divulgar informações para a comunidade sobre a existência da doença, assim como as causas e consequências”, disse Humberto Silva, presidente da ABPH. “Adquirimos uma grande quantidade de testes, e queremos chegar nos 3 milhões de testes, e identificaremos 45 mil portadores nos próximos 3 anos”, calcula o dirigente que é portador de Hepatite. A parceria com o Rotary International no Brasil, visa disponibilizar esses testes para qualquer clube interessado. “Além disso, oferecemos acesso para tratamento e cura dos portadores de hepatite, por meio de diversas ações sociais”, comentou Humberto Silva, ao agradecer o envolvimento rotário na campanha.Com os rotarianos brasileiros realizando os testes na comunidade, ao descobrir portadores da hepatite “B” ou “C”, ou até mesmo quem descobrir alguma doença autoimune, a ABPH, através do Rotary, oferecerá um atendimento de excelência, totalmente gratuito do início ao fim. “O Fibroscan permite diagnosticar a fibrose no fígado com mais precisão do que a biopsia”, explicou Humberto Silva. “O exame, além de não invasivo, capta as imagens do fígado por ultrassom, e dura de 5 a 10 minutos”, falou o presidente da ABPH que é portador da hepatite, além de ser rotariano. “Apesar de ser um exame caro no Brasil, ele é realizado gratuitamente nos consultórios da ABPH, assim como as consultas com o hepatologista”, completou o especialista.Para o Diretor do Rotary International no Brasil este tipo de parceria e a atividade a ser desenvolvida pelos rotarianos, estão dentro dos objetivos rotários e de uma das ênfases da Fundação Rotária. “Os rotarianos farão o trabalho de articulação, preparando os locais para os testes e atraindo a comunidade”, comentou o dirigente rotário brasileiro que apresentou a proposta para todos os 38 governadores rotários brasileiros, em recente reunião realizada na capital paulista. “Quem quiser participar é só manter contato com a ABPH e iniciar a ação”, anunciou o dirigente ao disponibilizar o número telefônico (11) 3251-1888, ou através do endereço eletrônico: contato@abphepatite.org.br.#Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosSkype: marciomedeiros8020www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarial

Postado em 09 de Abril de 2016

Boletim Informativo - Março - XXXIX Instituto Rotary do Brasil - Recife

Estimados companheiros, É com imensa alegria e satisfação que encaminhamos para você o boletim de março do nosso Instituto Rotary do Brasil, que se realizará em agosto deste ano no Recife. Aproveitando a oportunidade, gostaríamos de convidá-lo a participar e conhecer mais sobre este importante evento através do site no endereço www.institutorotaryrecife.com.br. Clique aqui para baixar o boletim Saudações Rotárias, Equipe do Instituto Rotary do Brasil

Postado em 30 de Março de 2016

Campanha Benditas Mulheres

Estamos no mês internacional das mulheres, razão por que me dirijo, de modo especial, à mulher rotariana, que com brilho e bravura venceu preconceitos, inclusive o de integrar os clubes de Rotary. Ela é exatamente a mulher que se firmou no mercado de trabalho, na política, nas artes, em tudo, enfim, especialmente na dedicação à causa rotária.Estudos demonstram que as mulheres são mais dedicadas, têm mais intuição e habilidade para resolver problemas do que os homens.Foi com graça e com garra, que elas se tornaram competitivas, disputaram e conquistaram espaços que antes pertenciam exclusivamente ao homem, tornando o conceito da fragilidade feminina coisa do passado.Impuseram-se, tornaram-se competitivas, conquistaramseu espaço na sociedade.Em razão disso, sugiro aos clubes: que se integrem a esta campanha, batizada Benditas Mulheres, e aproveitem o mês de março para redobrar esforços no intuito de conquistar pelo menos mais uma mulher para compor o quadro associativo dos seus clubes dos oito países que compõem minha área de atuação. Com certeza, o movimento rotário terá um grande ganho, não só em quantidade de sócios, mas, sobretudo, em qualidade.José Ubiracy Silva - BIRADiretor do RI 2015-17

Postado em 24 de Março de 2016

Encontro em Curitiba promove treinamento entre os coordenadores assistentes do Rotary no Brasil

Acontece dias 21 e 22 na cidade de Curitiba, nas dependências do Hotel Bourbon, o treinamento anual dos coordenadores assistentes nas áreas de: Fundação Rotária, Desenvolvimento do Rotary e Imagem Pública, para a Gestão 2016-17, que começa a partir do mês de julho deste ano. “Um treinamento importante do ponto de vista administrativo, de orientação e motivação aos 38 distritos rotários no Brasil”, disse o empresário José Ubiracy Silva, associado do Rotary Club do Recife, no Distrito 4500 do Rotary International, atual Diretor do Rotary no Brasil, ao convocar todos os rotarianos que assessorarão os governadores distritais.Na abertura solene do evento, o Diretor do Rotary International mostrou a importância do encontro em virtude de existirem sempre novidades do ponto de vista prático e conceitual de algumas situações desenvolvidas no Rotary. “Inclusive aconteceu recentemente o treinamento com coordenadores na sede mundial, em Evanston, que também tem este propósito”, explicou José Ubiracy Silva ao separar os grupos sob as orientações de: Fundação Rotária com: Paulo Augusto Zanardi e Hugo da Cruz Dórea; Desenvolvimento do Rotary com: Luis Gustavo Kuster Prado e César Luis Scherer; Imagem Pública com Vera Canto Bertagnolli e Márcio Cavalca Medeiros. “Todo coordenador conta com uma equipe de assistentes que deve ser treinada anualmente”, disse José Ubiracy Silva.Dois diretores do Rotary International estiveram presentes no evento, como são os casos de Alceu Antimo Vezozzo e Antônio Hallage, que ressaltaram a importância do encontro nacional. “O treinamento é necessário porque o Rotary é muito complexo e está sempre se modernizando, o que não é fácil acompanhar a evolução”, disse o experiente rotariano, que esteve como Diretor do Rotary International na Gestão 2001-2013, de Curitiba. “É importante que tanto coordenadores como os assistentes estejam afinados e com foco nas metas estabelecidas pelo Rotary International”, completou o outro ex-diretor do Rotary International, na gestão 2009-2011, também curitibano. “É preciso que tenhamos a mesma linguagem e que trabalhemos para fortalecer o Rotary o Brasil”, disse o atual Diretor do Rotary, José Ubiracy Silva.Na abertura do encontro os coordenadores: Márcio Cavalca Medeiros e Luis Gustavo Kuster Prado, bem como os consultores: Hiroshi Shimuta e Celso Gonçalves Alves, foram apresentados como sendo os que participaram do último treinamento nos Estados Unidos. “Eles completaram o ciclo, em que todos os coordenadores passaram por treinamento específico na sede mundial”, falou o Diretor do Rotary International que também apresentou os novos coordenadores assistentes em algumas coordenadorias. “Fazemos o rodizio natural a cada três anos, ou então, na troca por qualquer outro motivo”, disse ao promover o treinamento para a temporada 2016-17.#Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosSkype: marciomedeiros8020www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarial

Postado em 21 de Março de 2016

BOLSAS ROTARY PELA PAZ

O QUE SÃO AS BOLSAS ROTARY PELA PAZ? As Bolsas Rotary pela Paz são oferecidas anualmente para até 100 pessoas e cobrem custos relacionados aos estudos, incluindo mensalidades e taxas escolares, estágios, estudos de campo, acomodações, refeições e despesas com transporte de ida e volta. Em apenas uma década, mais de 900 bolsistas se formaram nos Centros e estão seguindo carreira em campos relacionados à paz. Muitas vezes, eles acabam assumindo posições de liderança em governos, ONGs, forças armadas e organizações internacionais, como Nações Unidas e Banco Mundial. Confira o mapa rotário da paz para ver onde os alumni dos Centros estão fazendo mudanças positivas. MESTRADO Oferecemos bolsas de mestrado em excelentes universidades para estudos de paz e prevenção/resolução de conflitos. Os programas duram de 15 a 24 meses e exigem estágio de 2 a 3 meses durante o recesso acadêmico. Todos os anos, fornecemos até 50 bolsas de mestrado nas seguintes instituições: Duke University e University of North Carolina, Chapel Hill, EUA International Christian University, Japão University of Bradford, Inglaterra University of Queensland, Austrália Uppsala University, Suécia APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Para aqueles com experiência em campos relacionados à paz que querem aumentar seus conhecimentos, oferecemos um programa de 3 meses em paz, prevenção e resolução de conflitos na Chulalongkorn University, em Bangcoc, Tailândia. Este programa engloba um estudo de campo de 2 a 3 semanas. Fornecemos até 50 bolsas de aperfeiçoamento profissional por ano. Inscreva-se já Os candidatos às Bolsas Rotary pela Paz de 2017-18 devem submeter as suas inscrições ao distrito até 31 de maio. O prazo para os distritos entregarem as inscrições endossadas à Fundação Rotária é 1º de julho. Encontre todos os materiais necessários para a sua inscrição.

Postado em 16 de Março de 2016

Imagem e fortalecimento dos clubes encerram encontro

O último dia do Instituto de Treinamento de 2016 para líderes regionais, realizado no One Rotary Center, em Evanston, Illinois, Estados Unidos, de 6 a 9 de março, na sede mundial do Rotary International teve como focos principais, as discussões em seis idiomas, referente a imagem da organização e dos clubes, e o fortalecimento do quadro associativo, com exposição de temas, debates e exercícios no laboratório de informática. “Foi o dia de temas mais contundentes”, afirmou o jornalista Márcio Cavalca Medeiros, associado do Rotary Club de Marília-Pioneiro, no Distrito 4510 do Rotary International, ao participar do treinamento por ser o Coordenador de Imagem Pública do Rotary, nas Zonas 22 e 23 A. “Ideias interessantes foram apresentadas, bem como estudos de casos complicados”, acrescentou o engenheiro Luis Gustavo Kuster Prado, associado do Rotary Club de Brasilia-Lago Norte, no Distrito 4530 do Rotary International, futuro Coordenador do Rotary.Na quarta sessão plenária Noel Trevaskis, Diretor do Rotary International, fez um relato emotivo da relação dele com o Rotary, enquanto que David Alexander, diretor de comunicações fez uma exposição sobre “Contando a história do Rotary ao mundo”, com enfoques diferentes com conceitos destacados. Justin Burnett, presidente do Rotary Club de Madison-After Hours, mostrou uma forma diferente de enfocar a importância do Rotary, ao demonstrar no tema: “O ato de contar histórias e a ocorrência de mudanças”, exemplificando uma forma diferente de mostrar a importância das ações de um Rotary Club.Nas salas de discussões os líderes regionais do Rotary debateram o tema: “Como contar história e responder a perguntas difíceis”, o que gerou uma ampla discussão. “Conhecer o Rotary é fundamental para não falar algo errado e mostrar segurança”, disse o empresário Hiroshi Shimuta, associado do Rotary Club de São Paulo-Aeroporto, no Distrito 4420 do Rotary International, futuro consultor de doações extraordinárias/Fundo de Dotação, ao participar do debate ao lado de outros 16 líderes de países diferentes. Noutra sala a discussão foi sobre os “Kits de treinamento para Imagem Pública”, quando foram apresentados os materiais a serem utilizados nas próximas campanhas rotárias pelo Mundo. Com o tema: “Gerenciamento de mudanças”, segundo o médico Celso Gonçalves Alves, associado do Rotary Club de Cachoeiro do Itapemirim, no Distrito 4410 do Rotary International, outro futuro consultor de doações extraordinárias/Fundo de Dotação, o debate foi salutar e esclarecedor. “Assunto muito atual no Rotary”, admitiu.Antes do encerramento os quatro brasileiros participantes do treinamento ainda acompanharam a reunião sobre “Alcance das metas”, quando cada líder regional elaborou as metas alcançáveis. No salão nobre, o encerramento teve como foco “O ano a frente”, quando Paul Netzel, Chair da Fundação Rotária de 2017-18 e Ian Riseley, presidente eleito do Rotary International 2017-18, mostraram as propostas que vêm pela frente. “Treinamento intenso com muita informação, mas conduzido de forma participativa”, resumiu Márcio Cavalca Medeiros.#Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosSkype: marciomedeiros8020www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarial

Postado em 15 de Março de 2016

Reuniões Sextas-Feiras | 20:30
Av. Piaui,606 Cep: 87209-060